*** Sanctus...Sanctus...Sanctus *** E é importante apoiar-se numa comunidade ,mesmo que seja virtual,porque entre aqueles e aquelas que a compõem,encontram-se os que estão nos tempos em que o dia vai ganhando, pouco a pouco, à noite. Irm.Silencio

quinta-feira, 25 de julho de 2013

In,"Saber esperar.".....de Frei Maria Rafael

Como se vê claramente que é na solidão de tudo que se chega ,verdadeiramente, a encontrar Deus! Que grande misericórdia a sua, quando, fazendo-nos saltar por cima de tudo o criado, nos coloca nessa planície imensa, sem pedras nem árvores, nem céus nem estrelas….,nessa planície que não tem fim, onde não há cores, onde não sequer homens, onde não há nada que distraia a alma de Deus!

Infinita bondade a do Eterno que, sem o merecermos coloca nessas regiões das solidões para ali nos falar ao coração!
Frei Maria Rafael









6 comentários:

vp disse...

Sem o encontro com o outro, homem ou mulher, a Encarnação deixa de ter sentido...

"Eu não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal" (João 17,15)..

Jesus retirava-se para o silêncio, mas jamais ficava preso a ele, indo sempre após essa experiência da solidão, ao encontro dos filhos..

... a tentação dos 3 no Monte da Transfiguração e as tendas sempre a bater-nos à porta, mas a voz do Senhor também sempre a ecoar" "é preciso descer do monte e ir ao encontro dos irmãos(as)....

... parar para beber e descansar a alma sim.. mas nunca ficar muito tempo no mesmo lugar onde a alma se sentou a contemplar...

Anónimo disse...

Já esperava por essa resposta.Tal como uma sopa precisa de vários ingredientes para ser uma sopa....rsrsr.Mas também se quisermos podemos só fazer um caldo.Mas agora podemos colocar a questão noutros termos.Aqueles irmãos (ãs) que estão anos e anos acamados por diversas circuntâncias da vida,na nossa percepção serão uns inúteis,devido à limitação fisíca não podem fazer nada,mas têm um coração,uma alma e um espírito,estes enquanto funcionarem são válidos!Se o corpo deixa de funcionar já não serve para nada?.... ou então podemos comparar a um prisioneiro numa solitária,que nada faz,ou então até pode fazer muito...questões muito ambíguas,uma vez que casa ser é um universo indecifrável aos olhos do Criador.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Errata....cada caso.
Indecifrável aos olhos do outro ser humano.

vp disse...

Entre procurar a solidão e ser abraçado por ela por questões de enfermidade ou outros factores naturais ou "impostos" como é o caso de uma cela etc... há uma grande diferença...

... não disse que era errado ou perda de tempo esse caminho do silêncio na solidão que pode carregar imensos rostos, Jesus também a procurou ... mas nunca esqueçamos que no final desses desertos que escolhia, Ele voltava depois para junto do povo, a viver e a partilhar com essa gente que amava sem distinções de raça, nação, estuto social ou religião, as alegrias e as tristezas nos acontecimentos do dia a dia...

Irmã, a solidão também pode acontecer no meio das multidões, tudo tem a ver onde está situado ou nosso coração... e o nosso olhar...

E eu conheço pela graça de Deus o valor da solidão de e com Deus... louvado seja o Senhor por todos os Irmãos e Irmãs que velam nos desertos da solidão dos mosteiros e abadias para que essa chama da Oração não se apague... nem nos pequenos mosteiros que são os lares anónimos por esse mundo fora tb...

Abraços no lar...

vp disse...

... nunca pode existir "inutilidade" onde se dá o acontecimento do grão de trigo:

"...se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.." (João 12,24

..