*** Sanctus...Sanctus...Sanctus *** E é importante apoiar-se numa comunidade ,mesmo que seja virtual,porque entre aqueles e aquelas que a compõem,encontram-se os que estão nos tempos em que o dia vai ganhando, pouco a pouco, à noite. Irm.Silencio

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Admirável,ADORÁVEL mistério!


Se já era inimaginável q o Totalmente Outro contactasse com o homem no topo das montanhas,que dizer então quando num acto de louco amor sujeitando-se a todas as penas,dores e cansaços das limitações humanas,integra a nossa carne ?.


E isso como diz o Padre António Vieira,está para além da salvação.O habitar connosco e em nós foi como que irresistível.


E ainda prolonga a sua encarnação deixando-nos na Eucaristia o seu magistério,a sua assistência,a sua consolação fazendo-nos templos de carne do Espírito Santo,sacrários moventes do Deus Vivo.


Admirável Mistério,que podemos experimentar e cada vez mais à medida que nos deixemos inundar pela Graça!


(foi este cálice que serviu na Eucaristia dos anos da minha Mãe.O pão é o matzot da pessah judaica ,pão ázimo,que serviu nas ceias de Cristo)


3 comentários:

@uror@ disse...

Que engraçado!!!... a minha madrinha tem uns cálices iguais.
O avô da minha madrinha foi um dos grandes colaboradores do 1º bercário de Lisboa depois da 1ª guerra mundial.

@uror@ disse...

Errta:Berçário

Maria - Portugal disse...

É sempre interessante apanhar o fio das memórias...